Você sabe o que é MEI e o que é preciso para se tornar um?

Sabemos que abrir um negócio de sucesso é o sonho de muitos brasileiros e em tempos de crise, como os que vivemos agora, mais e mais pessoas veem o empreendedorismo como alternativa à falta de empregos formais ou mesmo à uma carreira estagnada. Assim, muitos acabam optando pelo programa MEI (Microempreendedor Individual). Mas você sabe o que é MEI e o que é preciso para se tornar um?

Como poucas pessoas possuem capital e habilidade gerencial para abrir uma grande empresa, essa tem sido a opção mais viável para boa parte dos novos empreendedores. 

Para acabar com as dúvidas sobre o assunto, preparamos este material. Continue a leitura do post e confira!

Quais as vantagens de ser MEI?

É comum vermos pessoas atuando na informalidade, sem o cadastro de microempreendedores, a fim de não pagar algumas taxas e impostos. Isso não é recomendado devido aos riscos que se corre quando a atividade não é exercida dentro da Lei.

Um ponto importante é que, ao abrir um CNPJ como MEI, a pessoa passa a ter acesso a algumas vantagens que podem fazer uma grande diferença para o seu negócio. Além de poder emitir notas fiscais, conta com a isenção de impostos federais, tem acesso a linhas de crédito diferenciadas e pode obter auxílio-maternidade, auxílio-doença e outros benefícios da Seguridade Social.

Mas afinal, o que é MEI?

O MEI nada mais é que uma forma de regularização de atividade para aquelas pessoas que trabalham por conta própria. Além disso, é uma alternativa para quem deseja abrir um pequeno negócio, uma vez que permite a contratação de um funcionário pelo salário-base da categoria.

Como me tornar um Microempreendedor Individual?

O processo para se tornar um MEI é muito simples, basta acessar o Portal do Empreendedor e fazer seu cadastro. Ao final do procedimento, sua empresa já estará registrada e você já terá seu CNPJ.

Para realizar seu cadastro, é preciso deve ter em mãos:

  • CPF;
  • título de eleitor;
  • número do recibo da entrega do IRPF.

Além disso, será pedido o endereço da sua empresa, que pode ser o seu endereço residencial.

Quais as minhas obrigações como MEI?

Uma vez que você fez seu cadastro e começou suas atividades como MEI, é preciso estar atento às suas obrigações como empreendedor.

Não é necessário ter um contador, mas é obrigatório realizar a parte contábil, que é bastante simples e pode ser feita por você mesmo:

  • preencher o Relatório Mensal de Receitas;
  • realizar o pagamento mensal da DASN-MEI;
  • entregar a Declaração Anual Simplificada uma vez por ano.

Diferenças entre MEI e ME

Se você tiver um faturamento anual superior a R$ 81 mil, será preciso reenquadrar sua empresa como Microempresa (ME). As principais diferenças entre as duas categorias são:

  • aumento do limite de faturamento anual;
  • obrigatoriedade de contabilidade;
  • aumento nas alíquotas de impostos;
  • aumento do número de funcionários e de sócios;
  • mais atividades permitidas.

Agora que você já sabe o que é MEI, quais são suas vantagens e como você pode se tornar um não deixe de conferir nosso artigo com 4 dicas essenciais para quem está começando a empreender!