Espetinhos de churrasco pão de alho queijo coalho

Por que trabalhar com espetinhos de churrasco para vender?

O Brasil vive um momento de instabilidade econômica. Atualmente, são mais de 13 milhões de desempregados no país, como mostramos em matéria do Portal Rimaq 3.0. Diante de tais perspectivas, muitos brasileiros foram obrigados a encontrar novas formas de ganhar dinheiro, e a venda de espetinhos de churrasco, lanches e outros foi uma delas.

O setor de comerciantes de alimentação de rua foi um dos que teve maior crescimento entre 2014 e 2017. Diante da recessão, muitos recorreram ao setor alimentício, que está em constante crescimento. De acordo com pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) encomendada pela Folha de S. Paulo, em 2014 eram 81.900 ambulantes de alimentação. Em 2016, o número tinha saltado para 253.800. Em 2017 já eram mais de meio milhão de comerciantes do ramo alimentício de rua. Ou seja, o aumento no período correspondeu a 512%.

Por que vender espetinhos de churrasco?

É unânime: o churrasco é uma das grandes paixões dos brasileiros. Seja em datas especiais ou simplesmente no almoço de domingo, é impossível não se resistir à uma churrascada. De acordo com pesquisa do Ibope de 2012 que perguntou: “Qual a maior paixão dos brasileiros?”, 20% das pessoas respondeu “churrasco”. Em casa ou na rua, a praticidade de se utilizar os espetinhos é enorme. Mas e você, já pensou em empreender nesse setor?

Você já deve ter saído de algum evento e visto um carrinho de espetinhos. Seja depois de um show, jogo de futebol ou simplesmente do trabalho, os espetinhos de churrasco são a forma de alimentação mais simples e barata para matar a fome.

Muitos dos comerciantes do ramo costumam utilizar alcatra para fazer seus espetinhos. Esse corte, localizado na região traseira do boi, é considerado de boa qualidade e macia. Além disso, o preço é relativamente acessível: R$22,00 por kg. Se levarmos em conta que cada quilo rende aproximadamente 10 espetinhos, o custo por espeto será de R$2,20. O preço, claro, varia de cidade a cidade, mas ele pode chegar a R$5,00. Se vendido a esse valor, o lucro poderia chegar a mais de 100%. Porém, o preço sempre deve variar do evento em que trabalha, o tamanho da concorrência e, claro, da demanda. Pese bem todos esses fatores antes de escolher o preço que deve trabalhar.

Porém, sua escolha também pode ser por outros cortes de carne mais baratos, como a fraldinha, contra-filé e acém, que variam entre R$12,00 e R$18,00.

Bons vendedores, entretanto, devem oferecer mais variações de espetinho, como frango, linguiça, coração e kafta. E, levando em conta o crescimento do número de consumidores vegetarianos, ofereça também opções para estes. Mesmo assim, tenha em mente que o carro-chefe sempre será o espetinho de carne.

Especialize-se

Mas, se ainda permanecerem dúvidas de produção e venda de espetinhos, confira mais dicas no curso do Espetinho de Sucesso, que você pode acessar por aqui.


Questões burocráticas para vender espetinhos de churrasco e outros alimentos

O mais importante antes de começar a vender é escolher o ponto ideal. Primeiramente, visite diversas vezes o local em que pensa se instalar. E claro, em horários diferentes. Tudo isso para descobrir o movimento e o interesse das pessoas por comida de rua, além da presença de concorrência.

Após encontrar o ponto perfeito, hora de começar a resolver os trâmites burocráticos. Afinal, você será um trabalhador como qualquer outro. Na cidade de São Paulo, por exemplo, a Prefeitura exige a TPU – Termo de Permissão de Uso, para trabalhar como comerciante de alimentos de rua. Nesse documento estarão descritos o nome do trabalhador, categoria do equipamento, descrição do ponto, alimentos a serem comercializados, dias e períodos de atividade.

A TPU, representa, portanto, maior segurança tanto a você, que estará trabalhando dentro da lei, quanto ao consumidor, que estará assegurado da higiene e limpeza dos produtos que consome. Visite o site do Sebrae para descobrir mais informações sobre a TPU e o comércio de rua: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ufs/sp/bis/tudo-o-que-voce-precisa-saber-para-vender-comida-de-rua,56c76d461ed47510VgnVCM1000004c00210aRCRD

Caso você não seja de São Paulo, procure a prefeitura da sua cidade para informar-se sobre os documentos necessários para trabalhar como vendedor (a) de espetinhos.

Como maximizar sua produção – uma máquina churrasqueira de espetinhos

É fato que todo trabalhador (a) deseja facilitar suas atividades e aumentar os lucros. No caso da venda de churrasquinho não seria diferente. E a opção encontrada é a máquina de espetinhos. Já pensou em fazer mais espetos de uma só vez e ainda ver eles prontos mais rápido?

Foi pensando nisso que a Rimaq lançou a nova “Churras 360”. Essa máquina churrasqueira é capaz de funcionar a carvão, gás, eletricidade e bateria. Logo, você poderá comercializar seus espetinhos de churrasco nos mais diversos tipos de eventos.

Com ela, será possível assar 180 espetinhos por hora. E melhor, a Máquina Churrasqueira Churras 360 comporta até 30 espetos de uma só vez. Ela é de fácil transporte e será ideal para o seu novo negócio como vendedor de espetinhos. E aí, tá esperando o que para investir numa Máquina Churrasqueira Churras 360 Rimaq?

Gostou das nossas dicas e pretende começar a trabalhar no comércio de churrasco mas ainda não sabe como investir? Então acesse: https://www.rimaq.com.br/blog/saiba-como-juntar-dinheiro-para-comprar-um-maquinario-e-empreender/.