PIX: imagem de pagamento entre dois celulares

PIX pagamento instantâneo brasileiro, veja como usar no seu negócio

Já imaginou poder fazer e receber pagamentos de forma instantânea? Agora isso é possível com o PIX!

O novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central veio para agilizar a forma como as transações financeiras são realizadas no país.

E o melhor é que esta mudança não traz benefícios apenas para o usuário final. O PIX também traz vantagens para as empresas.

Neste artigo, você vai entender o que é PIX, como ele funciona e como você pode usar esta nova ferramenta financeira em benefício do seu negócio. Confira!

O que é PIX?

PIX é o novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central.

Em vigor desde novembro de 2020, o sistema possibilita que as transações bancárias sejam realizadas 24 horas por dia, todos os dias, inclusive finais de semana e feriados.

Se antes os pagamentos de contas eram feitos via boleto, cartão de crédito e débito e até mesmo dinheiro vivo, hoje, eles podem ser feitos de forma rápida e prática por meio do PIX.

Da mesma forma, transferências bancárias que antes eram feitas via DOC ou TED também poderão ser feitas pelo sistema. E o melhor é que o dinheiro cai na hora na conta do beneficiário e não há as taxas geradas pelos antigos procedimentos.

Como o PIX funciona?

Quando o Banco Central afirma que as transações financeiras via PIX são instantâneas não é força de expressão. 

De fato, as transferências e pagamentos realizados por este sistema demoram segundos para serem processados. É assim 24 horas, 7 dias por semana, os 365 dias do ano.

O sistema está disponível para transações entre pessoas físicas, empresas e governo e não tem custo nem para quem paga e nem para quem recebe.

Para utilizar o PIX é necessário que tanto quem envia como quem recebe tenha um conta em um banco, instituição de pagamento ou fintech.

Além disso, é necessário cadastrar uma chave PIX, que nada mais é que uma forma de identificar os seus dados bancários. Essas chaves podem ser dados pessoais como telefone, e-mail ou CPF/CNPJ. Também é possível criar uma chave aleatória, um endereço virtual de pagamento gerado no DICT (Diretório de Contas Transacionais).

O passo-a-passo para criar a chave PIX é bem simples e deve ser feito pelo aplicativo da sua instituição financeira.

Como as transações via PIX são realizadas?

Basicamente, as transações financeiras via pix podem ser realizadas de duas formas diferentes. Vamos conhecê-las a seguir.

Manualmente

É possível realizar transações financeiras inserindo manualmente a chave PIX. 

Assim, se você é o pagador, basta digitar a chave do recebedor na área PIX do aplicativo da sua instituição financeira e o pagamento será direcionado à essa pessoa ou empresa.

Se você é o recebedor, deve informar a sua chave PIX para o pagador.

QR Code

É possível realizar cobranças por meio de QR Code, que nada mais é do que um código que permite a leitura por meio da câmera do seu celular.

Para realizar cobranças desta forma, você deve entrar no aplicativo da sua instituição financeira e criar uma cobrança via PIX. Depois basta mostrar ou enviar o código para o pagador que deverá “ler” este código com a câmera do celular, sendo direcionado para a realização da transação.

Com o PIX é possível gerar dois tipos de QR Code:

  • Estático: pode ser utilizado mais de uma vez.
  • Dinâmico: pode ser usado apenas em uma transação.

Como usar o PIX no seu negócio

O PIX é uma forma ágil e rápida de receber pagamentos dos seus clientes.

Veja algumas ideias de como aproveitar essa novidade para facilitar as transações financeiras do seu negócio.

Restaurantes, bares, lanchonetes, cafés e hamburguerias

Tenha o QR Code impresso na comanda do seu negócio para agilizar pagamentos.

Foodtrucks, pontos de espetinhos

Imprima o QR Code e deixe-o à vista para receber os pagamentos dos seus clientes que usam PIX.

Encomendas e Serviços

Empreendedores que trabalham com encomendas – por exemplo, um negócio de salgados para festas ou de personalização – ou com a prestação de serviços, podem gerar um QR Code dinâmico e enviar para o cliente por WhatsApp para que ele faça o pagamento. 

Também é possível apenas mostrar o código pelo celular para que ele faça o pagamento no momento da entrega.

Ao invés do QR Code também é possível enviar ou informar a chave PIX.

Lojas online e Redes Sociais

Se você tem um e-commerce, pode oferecer o PIX como mais uma opção de pagamento para o seu cliente.

O mesmo vale para pessoas que vendem produtos de forma digital, como por WhatsApp e nas redes sociais. Nestes casos, você pode enviar um link para pagamento via PIX para o seu cliente.

Vantagens do PIX para o seu negócio

A seguir, vamos elencar as vantagens que o seu negócio ganha ao oferecer o PIX como uma forma de pagamento para os seus clientes.

  • Confirmação e compensação instantâneos;
  • Rápido, ágil e seguro;
  • Elimina o uso de maquininha de cartão para pagamentos via débito;
  • Reduz filas e espera dos clientes;
  • Reduz a burocracia;
  • Mais uma forma de pagamento online com compensação instantânea, além do cartão de crédito.

Apesar de ser relativamente novo, o PIX tem conquistado a população pela velocidade e agilidade que traz para as transações financeiras, ganhando cada vez mais adeptos.

Portanto, é importante não ficar para trás e oferecer essa facilidade também para os seus clientes, principalmente, porque tudo indica que esta modalidade de pagamento veio para ficar.

De acordo com o estudo realizado pela Boarnerges & Cia, consultoria em varejo financeiro, o pagamento instantâneo tem potencial para alcançar entre 11% e 20% do consumo privado em 10 anos. A projeção é que ele ultrapasse o dinheiro físico dentro deste período, movimentando mais de R$ 800 bilhões em 2027.

Não perca tempo, consulte a sua instituição financeira e comece a usar o PIX no seu negócio!

Quer mais dicas para atender melhor seu público? Veja nosso artigo com 9 dicas para conquistar um cliente!