mão segurando celular mostrando aplicativos de comida

Aplicativos de comida: passo-a-passo para cadastrar o seu negócio

Os aplicativos de comida nunca estiveram tão em alta. Com a pandemia de Covid-19 e o isolamento social, apps de delivery e entrega de comida vivenciam sua fase de ouro e representam uma excelente oportunidade de negócio para quem trabalha no segmento de alimentação.

Para ter ideia, as vendas por delivery apresentaram um crescimento de 78% em abril de 2020 comparado ao mesmo período de 2019.

O potencial deste mercado é tão grande que segundo dados do Ifood – um dos principais apps do tipo – o número total de entregas na pandemia ultrapassou a marca de 100 milhões.

E não há dúvidas que é  a vez dos pequenos! Em comparação com março de 2019, os pequenos estabelecimentos tiveram 44% de aumento em vendas, registrando 18 milhões de pedidos apenas em junho (o que corresponde a 47% do total de pedidos do Ifood).

Portanto, se você é um pequeno empreendedor do ramo de alimentação, vender nesses aplicativos pode ser o diferencial que faltava para superar a crise e aumentar o faturamento do seu negócio.

Mas você sabe como estes apps funcionam? Não se preocupe! Neste artigo, vamos falar sobre os 3 aplicativos de comida mais famosos do momento  – Ifood, Rappi e Uber Eats –  e ensinaremos o passo-a-passo de como cadastrar o seu negócio em cada um deles. Confira!

Vantagens de cadastrar o seu negócio em aplicativos de comida

Antes de falarmos sobre os aplicativos de comida em si, é importante elencar as vantagens de cadastrar o seu negócio nestes apps.

Isso porque muita gente prefere fazer o serviço de delivery recebendo pedidos via telefone e WhatsApp, com a justificativa de que as taxas e comissões cobradas por estes apps são altas e, no fim, acaba não compensando.

No entanto, não dá para fechar os olhos para o crescimento dos aplicativos de comida. 

Uma pesquisa da Mobills, startup de gestão de finanças pessoais, constatou que os gastos com os principais aplicativos focados na entrega de comida (Rappi, iFood e Uber Eats) cresceram 103% no primeiro semestre de 2020.

Segundo dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), o ritmo de crescimento/faturamento no número de pedidos via aplicativos de delivery é de R$1 bilhão a cada ano, um crescimento superior a 12%. Em 2015, as cifras superaram R$9 bilhões, e em 2017, superaram os R$10 bilhões.

Além disso, o aumento de visibilidade do seu negócio é muito maior nos aplicativos de comida. O seu cardápio ficará visível para um número muito maior de pessoas e no momento certo em que elas buscam uma refeição.

Por exemplo, se você tem um negócio de salgados, saiba que este é um dos pratos que estão no top 10 de mais pedidos do Ifood durante a pandemia. Churrasco e grelhados ocupam o sexto lugar no mesmo ranking, uma excelente oportunidade para quem vende espetinhos.

A seguir, veja o passo-a-passo para cadastrar o seu negócio nos principais aplicativos de comida.

Ifood

Sem dúvidas, o Ifood é um dos principais aplicativos de comida da atualidade.

Ele é uma plataforma que faz parcerias com restaurantes e outros negócios alimentícios disponibilizando o seu cardápio online e aumentando a visibilidade do seu negócio. É uma forma de expor a sua empresa no meio online.

De acordo com a empresa, atualmente há cerca de 200 mil restaurantes cadastrados e são quase 30 milhões de pedidos mensais. O iFood oferece serviços em 912 cidades de todas as regiões do Brasil com aproximadamente 340 mil entregadores ativos.

O que você precisa ter

  • CNPJ ativo;
  • Computador com Windows (a partir da versão 7);
  • Internet para realizar a gestão dos pedidos.

Quanto custa

O Ifood disponibiliza dois tipos de planos:

Plano Básico: neste plano, a entrega é feita pelo restaurante. É cobrada uma comissão de 12% sobre o valor de todos os pedidos e mais 3,5% em pedidos com pagamento via iFood. A mensalidade custa R$ 100,00, mas é cobrada apenas se a conta faturar mais do que R$ 1.800,00 mensais.

Plano Entrega: neste plano, a entrega é feita por entregadores parceiros do iFood. A comissão é de 23% sobre o valor de todos os pedidos e mais 3,5% nos pedidos com pagamento via iFood.

A mensalidade é de R$ 130,00, apenas se faturar mais do que R$ 1.800,00 mensais.

Como se cadastrar

  1. Acesse o site restaurante.ifood.com.br;
  2. Preencha o formulário com os dados do proprietário;
  3. Clique em “Começar cadastro”;
  4. Preencha o próximo formulário com informações referentes ao estabelecimento, como horário de funcionamento, itens do cardápio, plano, formas de pagamento, etc;
  5. Envie para o Ifood. 

O app tem de 24 a 72 horas para retornar a sua solicitação de cadastro. Após a aprovação, você será direcionado para a um tutorial obrigatório no Gestor de Pedidos, para aprender a usar o iFood e começar a vender.

Benefícios e Ferramentas

  • Disponibiliza entregadores parceiros caso você não tenha entregadores próprios (plano entrega);
  • Oferece opção de pagamento direto pelo aplicativo, se responsabilizando pelo repasse do dinheiro;
  • Disponibiliza uma conta digital para receber os repasses. Com esta conta também é possível fazer pagamentos, transferências e ter acesso a linhas de crédito exclusivas;
  • Ferramentas exclusivas para auxiliar a gestão do seu negócio: Gestor de Pedidos, Portal e app exclusivo para parceiros.

Rappi

O Rappi é um plataforma que nasceu com o objetivo de mudar a maneira que o consumidor realiza as suas compras. 

O entregador busca o produto específico solicitado pelo cliente no local selecionado fazendo  a ponte entre o estabelecimento comercial e o comprador. Serve para todas as categorias, desde supermercados, hortifrutis, farmácias e claro, restaurantes e negócios voltados para alimentação.

Atualmente a plataforma conta com mais de 400 mil restaurantes em 9 países. No Brasil, o aplicativo atende mais de 140 cidades.

O que você precisa ter

  • CNPJ ativo;
  • Smartphone para acesso ao aplicativo de parceiros.

Quanto custa

A Rappi não divulga os valores cobrados de seus parceiros e afirma que eles variam de acordo com o porte do estabelecimento.

Mas a comissão é formada por uma porcentagem + IVA sobre cada venda ou fatura efetuada pela Rappi.

Como se cadastrar

  1. Acesse o site surveys.rappi.com/inbound;
  2. Selecione o país e preencha os campos do formulário de interesse;
  3. Aguarde o retorno da equipe da Rappi.
  4. Após avaliação e aprovação do seu negócio, a Rappi enviará um contrato padrão e link para download do aplicativo Rappi Aliado, com login e senha;
  5. O restante do processo é todo feito por meio deste app. Você poderá configurar sua loja, criar o seu cardápio e ativar seu cadastro.

Todo o processo de cadastramento leva em torno de 5 dias úteis, caso todas as informações solicitadas estejam corretas.

Benefícios e ferramentas

  • No momento em que escrevemos este artigo, a Rappi oferecia os 30 primeiros dias de uso do app sem cobrança de comissão;
  • Frota de entregadores;
  • Rappi Prime, serviço de benefícios para usuários que assinam o plano, garantindo um público fiel e ativo;
  • Acesso ao Portal dos Aliados, onde você pode gerenciar cardápio, fotos, descrições, promoções e ver as vendas do seu restaurante.

Uber Eats

O Uber – famoso app de corrida – também resolveu investir nos aplicativos de comida através do Uber Eats.

Segundo a empresa, 60% dos estabelecimentos cadastrados relatam aumento expressivo no faturamento, visto que tem a visibilidade do seu produto aumentada.

O que você precisa ter

  • CPNJ ativo;
  • Computador, tablet ou smartphone para gerenciar o sistema.

Quanto custa

A Uber não informa os valores cobrados de seus parceiros pois esse valor varia de acordo com o porte do estabelecimento, mas cita duas cobranças para usar a plataforma:

Taxa de ativação única: inclui o cadastro, as boas-vindas e a criação do cardápio do seu restaurante.

Taxa de serviço: porcentagem sobre cada venda realizada dentro do Uber Eats.

Como se cadastrar

  1. Acesse o site www.ubereats.com/restaurant/pt-BR/signup;
  2. Preencha o formulário de interesse e aguarde o retorno da equipe do Uber Eats. O aplicativo não informa um prazo para retorno, mas garante resposta em poucos dias;
  3. Após a aprovação, você deve fazer o upload do seu cardápio
  4. Conecte um dispositivo (computador, smartphone ou tablet) ao painel de pedidos para gerenciar o seu negócio.

Benefícios e ferramentas

  • Frota de entregadores via carro, moto, patinete, bicicleta ou a pé. Se preferir, você também pode usar sua própria equipe de entregadores;
  • Painel de Pedidos para acompanhar novos pedidos e gerenciar as entregas na plataforma;
  • Painel Administrativo com acesso mais detalhado a cardápios, informações de pagamento, dados de vendas e insights de clientes.

Por fim, cada negócio tem uma realidade diferente. No geral, os benefícios de se cadastrar nos aplicativos de comida são muitos, apesar das taxas e comissões cobradas. 

O ideal é colocar todas as informações na ponta do lápis e analisar se estar presente nestes apps é uma boa oportunidade para o seu negócio.

Não há dúvidas que se trata de uma grande vitrine de divulgação e que está em plena ascensão, mesmo neste momento de crise econômica. 

Quer descobrir mais formas de divulgar o seu negócio? Veja nosso artigo com 3 opções de divulgação.