Conheça os principais tipos de estampas de camiseta

 

Cada vez mais as pessoas procuram se destacar e mostrar sua identidade e singularidade, seja por meio das músicas que ouvem, dos cortes de cabelo que adotam, de tatuagens que contam uma parte importante de suas vidas ou mesmo dos locais que frequentam. A moda ocupa um lugar central na identificação das pessoas e seus ideais.

Se você deseja entrar no mercado da moda ou mesmo se já tem seu próprio negócio no ramo, trabalhar com peças personalizadas pode ser um excelente caminho para lucrar com produtos exclusivos.

Para ajudar a começar ou expandir seus negócios, separamos os principais tipos de estampas para camisetas que você pode confeccionar facilmente, na sua própria casa, com pouco investimento. Acompanhe!

Sublimação

Nas aulas de química do colégio, aprendemos que sublimação é o termo usado para referir um processo no qual uma substância vai diretamente do estado sólido para o gasoso, sem se tornar um líquido antes.

Na estampa por sublimação é exatamente isso que acontece: a imagem da estampa, que é sólida, passa diretamente para o estado gasoso e é absorvida pelo tecido.

Essa técnica apresenta baixo custo e acabamento de excelente qualidade, ficando a estampa imperceptível ao toque. Entretanto, é recomendada apenas para camisetas com a maior parte de sua composição em poliéster, além de não poder ser aplicada em tecidos escuros.

Serigrafia ou Silk Screen

Uma das técnicas mais tradicionais, a serigrafia permite a criação de várias estampas, com cores e texturas diversas. Ideal para grandes quantidades, a serigrafia consiste na impressão por meio de telas e pode ser aplicada em diversos tecidos, uma vez que não utiliza calor.

Por apresentar um custo relativamente elevado e não permitir muitos detalhes, a serigrafia é mais recomendada para grandes volumes de produção, onde o foco não é a exclusividade.

Estampa rotativa

Neste processo, a gravação é feita por meio de padrões em cilindros metálicos com microperfurações, através das quais a tinta passa para o tecido que vai receber a estampa.

As estampas são divididas em matizes de cor, ou seja, cada cilindro recebe uma. Por essa razão, estampas rotativas não costumam ter mais que três ou quatro cores, a fim de não elevar excessivamente os custos de produção.

Transfer

Essa técnica consiste na transferência de uma resina (para camisetas claras) ou de uma película emborrachada (para peças escuras) para o tecido, utilizando três tipos de papéis especiais, a depender do resultado desejado.

Apesar de não ser uma técnica particularmente barata, principalmente porque envolve o corte e descarte de material excedente, o transfer apresenta excelente qualidade final, sobretudo quando aplicado em materiais mais escuros, ao contrário da técnica de sublimação.

Muito utilizada em peças 100% algodão, essa técnica pode também ser aplicada em outros tecidos, contanto que suportem o calor envolvido no processo.

Agora que conheceu os tipos de estampas para camisetas, escolha as que mais lhe interessaram e comece a lucrar.

E então, o que achou do post? Gostaria de saber mais sobre esse mercado e quer detalhes de como iniciar um negócio de sucesso? Entre em contato conosco! Será um prazer ajudar!