Como emitir nota fiscal e por que isso é tão importante para meu negócio?

Durante anos, muitos empreendedores tiveram uma dúvida em comum: como emitir nota fiscal? Apesar de ter sido encarado como um desafio, o procedimento está cada vez mais prático e eficiente.

Graças à implementação de sistemas automatizados e soluções tecnológicas, hoje qualquer empreendedor pode emitir os mais variados tipos de documentos fiscais e tributários sem encontrar dificuldades no processo.

Neste post, mostraremos por que é tão importante emitir nota fiscal e como fazer isso de forma otimizada. Quer saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura e confira!

O que é e para que serve a nota fiscal?

A nota fiscal é um documento que tem o objetivo de registrar a transferência de propriedade sobre uma atividade comercial ou um bem, prestada por uma pessoa jurídica a outra empresa ou pessoa física.

Considerando que a nota registra o valor monetário transferido entre as partes, ela também é destinada ao recolhimento de impostos. Por isso, sua emissão é obrigatória — caso contrário, é considerado sonegação fiscal.

Além disso, ela também serve para comprovar a garantia do produto ou serviço comercializado, informando série, tipo, modelo, marca, data de compra e valor.

Por que a nota fiscal é importante?

O processo de tributação a uma empresa é iniciado por meio da emissão de notas fiscais. Sendo assim, o documento tem a finalidade de provar que a organização paga por seus tributos corretamente e o Governo recolhe seus percentuais relativos.

A nota fiscal é importante porque mantém a empresa em dia com suas obrigatoriedades legais, além de garantir credibilidade no mercado em que atua e legitimidade aos fornecedores e clientes.

Como emitir nota fiscal?

Saiba qual o tipo de nota fiscal que a sua empresa emite

Existem diversos tipos de nota fiscal, como:

  • serviço — notas relacionadas à prestação de serviços;

  • produto — para mercadorias e bens de consumo, podendo ser de compra ou venda, devolução, remessa, importação ou exportação etc.;

  • consumidor — mais conhecida como cupom fiscal, é o documento de venda direta sem identificação do comprador, comumente utilizada no varejo.

Conheça o regime o tributário no qual a empresa está enquadrada

Não há como emitir nota fiscal sem conhecer as regras e implicações às quais sua empresa está submetida, por conta do regime tributário, não é verdade? Existem vários regimes tributários em que uma organização ou profissional autônomo podem aderir. São eles:

Os procedimentos e exigências para emissão de nota fiscal podem variar bastante de um regime para outro. Por isso, procure o auxílio de um profissional para obter informações detalhadas.

Automatize o processo de emissão

Para finalizar, é importante ressaltar a importância que um software de gestão empresarial pode proporcionar na hora de emitir seus documentos.

Afinal, esse tipo de solução tecnológica é capaz de gerar notas fiscais eletrônicas diretamente no sistema. Além disso, oferece uma vasta gama de benefícios ao cotidiano da empresa, facilitando o trabalho de seus colaboradores e garantindo mais produtividade.

Como você pôde conferir, a nota fiscal é um documento de grande relevância para qualquer empreendedor que pretenda garantir sua sobrevivência em um mercado tão competitivo como o atual.

Gostou deste artigo sobre como emitir nota fiscal? Agora que você já sabe por que isso é tão importante para a sua empresa, não deixe de compartilhar este conteúdo com seus amigos nas redes sociais!